Padroeira da Catedral e da Cidade - Senhora da Assunção

         A 9 de Outubro de 1803, a grande aluvião provocada pela abundante chuva na Madeira fez encher as ribeiras e transformou o centro do Funchal num autêntico pântano.

       Inúmeros mortos e muitos feridos foram o resultado desta tragédia, para além dos desgostos nas muitas famílias que perderam os seus familiares. Diante da tragédia, sem causa propriamente humana, e depois de ouvidos os desejos do povo cristão, o bispo do Funchal unido ao clero coloca a cidade do Funchal sob o patrocínio de Nossa Senhora do Monte.

         Ao longo da história repetiram-se em muitos lugares da Europa e do mundo estas atitudes. A proteção da mãe de Deus era sinal de segurança e de confiança no futuro. Era a garantia da sua intercessão junto do seu filho Jesus Cristo.               

        Hoje Nossa Senhora do Monte é para nós a mãe da Igreja, templo vivo, arca da Aliança na qual habita o Espírito de Deus.

© Catedral do Funchal - Pe. Ignácio F. Rodrigues

20160202_180259